Logística Reversa: uma atitude sustentável

Logistica.reversa.contabilidade.ambiental Blog Contabilidade Ambiental - Contabilidade Ambiental

Compartilhe nas redes!

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Definido como um instrumento de desenvolvimento econômico e social caracterizado por um conjunto de ações, procedimentos e meios destinados a viabilizar a coleta e a restituição dos resíduos sólidos ao setor empresarial, o processo de logística reversa garante a redução, reutilização, reciclagem ou descarte adequado na geração de resíduos, por parte dos fabricantes, importadores, distribuidores e comerciantes e representa uma medidas crucial para a utilização consciente dos bens de consumo.

Difundido em indústrias dos mais diversos segmentos no mundo todo, o conceito de logística reversa consiste em duas etapas básicas: coleta + reciclagem e reutilização, e sua relevância para a preservação do meio ambiente tem motivado a criação de novas leis que tornam empresas dos mais variados segmentos legalmente responsáveis por todo o ciclo de vida útil de um produto, promovendo a reutilização ou o descarte correto dos mesmos.

Além de representar um processo vital para o desenvolvimento sustentável do planeta, a logística reversa também é muito vantajosa do ponto de vista econômico. “Retirar os resíduos do meio ambiente e reintegrá-los ao ciclo produtivo garante uma redução significativa de custos com matéria-prima. Essas práticas melhoram, também, a imagem da empresa para o seu público e melhoram o relacionamento com os clientes, que se sentem mais satisfeitos em saber que estão consumindo de uma empresa preocupada com o meio ambiente. A construção de uma sociedade consciente da sua responsabilidade com a natureza depende muito da postura da sociedade como um todo, é preciso educar, conscientizar, promover e realizar ações neste sentido por parte de todos os elos da cadeia, e iniciativas do setor empresarial como a logística reversa é um dos primeiros passos para isso”, detalha Nilo Cini Junior.

Responsabilidade de todos

A indústria é responsável pela aplicação e difusão da logística reversa, mas os cidadãos também tem um papel crucial neste processo colaborando com a coleta seletiva. “Tudo começa com a separação adequada do lixo doméstico. O processo de logística reversa só é possível se cada fonte geradora, como residências, escolas, restaurantes e etc. separar materiais recicláveis tais como papéis, metais, plásticos e vidros dos resíduos orgânicos e descartá-los de maneira correta, entregando-os a cooperativas de reciclagem ou ao sistema de coleta seletiva oferecido pelos governos municipais e estaduais”, explica Nilo. “No caso de pilhas, baterias e lâmpadas fluorescentes, que não são recicláveis e também não podem ser colocados no lixo orgânico por serem tóxicos, os cidadãos podem fazer sua parte procurando iniciativas que recolhem e dão um fim adequado a esses materiais”, completa o especialista.

Fonte: Blog Sustentável

Fique por dentro de tudo e não perca nada!

Preencha seu e-mail e receba na integra os próximos posts e conteúdos!

Compartilhe nas redes:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Posts Relacionados

Certificado das Normas GRI

Nosso sócio Nilton Faria participou neste mês de outubro de 2020 do Treinamento Certificado das Normas GRI. Agradecimento ao time da Bsd Consulting Brazil, representante autorizado pela GRI para aplicar o treinamento. Importante passo do projeto da nossa Contabilidade Ambiental

Aquecimentoglobal Blog Contabilidade Ambiental - Contabilidade Ambiental

O que você pode fazer pra ajudar a conter o aquecimento global?

O clima está mudando. Com maior ou menor intensidade, comunidades do mundo todo percebem a transformação. Mas como nós, pessoas comuns, tão distantes das decisões que impactam nas grandes transformações, podemos fazer parte desse efetivo? Das pequenas atitudes cotidianas à participação

Earth 661447 640 Blog Contabilidade Ambiental - Contabilidade Ambiental

Dia Mundial do Meio Ambiente

A Organização das Nações Unidas (ONU) estabeleceu o dia 5 de junho como o Dia Mundial do Meio Ambiente (WED – sigla de World Enviroment Day) em 1972, dando início à Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente Humano, também conhecida como Conferência de Estocolmo. O evento

Praticas.sustentavel.empresas Blog Contabilidade Ambiental - Contabilidade Ambiental

10 práticas sustentáveis nas empresas

De uns tempos para cá, uma das práticas que mais tem feito diversas empresas ao redor do mundo se destacar no mercado é sua preocupação com aquilo que envolve a sustentabilidade. As organizações que desejam obter sucesso e mostrar valor

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Back To Top